Seguro Desemprego 2020: Como Funciona? Quem Tem Direito?

Seguro Desemprego 2020 é um dos mais importantes direitos trabalhistas já conquistado pelo trabalhador brasileiro, sendo ele de grande ajuda para auxiliar o trabalhador em casos de demissão injusta. Então se você tem alguma dúvida de como funciona o Seguro Desemprego 2020, continue lendo este artigo e saiba mais sobre! 

 Seguro Desemprego 2020

Seguro Desemprego 2020

O que é o Seguro Desemprego 2020? 

Seguro Desemprego 2020 é um direito trabalhista do qual garante ao trabalhador brasileiro um direito amparado em lei, do qual protege esse funcionário em casos de demissão sem justa causa. 

 Sendo assim, em casos onde esse funcionário, seja por ventura demitido de seu emprego de maneira considerada injusta, ele será agraciado com um benefício pago pelo Governo. 

Desta forma, caso algo do tipo ocorra, o trabalhador não ficará desamparado pela perca de seu posto de trabalho. 

Podendo assim receber em algumas parcelas, uma quantia em dinheiro equivalente ao salário mínimo brasileiro, para que possa se estabilizar financeiramente enquanto não encontra um novo emprego. 


Como funciona o Seguro Desemprego 2020? 

Como já dito acima, o Seguro Desemprego é uma lei trabalhista que socorre o trabalhador em casos de demissão de seu posto de trabalho por uma causa não considerada justa. 

Graças a esse seguro, o trabalhador passa a receber um pagamento que pode durar de 3 até 5 meses, para que com isso possa se reorganizar financeiramente enquanto continua desempregado. 

Assim, o trabalhador brasileiro que foi colocado para fora de seu emprego sem uma causa considerada justa, pode receber como indenização parcelas que irão estabiliza-lo financeiramente por algum tempo.

O grande ponto do Seguro Desemprego 2020, é de que esse benefício seja pago para que o trabalhador não fique perdido financeiramente enquanto procura por um novo emprego.


Quem tem direito ao Seguro Desemprego 2020? 

Para poder receber as parcelas do Seguro Desemprego 2020, primeiro é preciso se encaixar em uma lista de requisitos que são exigidos pela lei do Seguro Desemprego. 

Caso o trabalhador que perdeu seu emprego se sinta na posição de que foi demitido de uma forma injusta, ele poderá conferir na lista abaixo se está enquadrado como alguém que pode receber o benefício. 

Veja a lista a seguir de exigências: 

  • O trabalhador deve estar sem pedir o benefício pelo período mínimo de 16 meses; 
  • Trabalhador que, por ventura, foi resgatado de regime igual ou semelhante a trabalho escravo; 
  • O trabalhador só poderá ter acesso ao direito a esse benefício se o mesmo for demitido sem uma causa considerada justa; 
  • Trabalhador formal que teve o seu contrato de trabalho suspenso devido à participação em curso de qualificação profissional que foi oferecido pelo seu empregador responsável. 
  • Não pode receber outro benefício trabalhista de forma paralela; 
  • Se for trabalhador rural, o mesmo deve ter trabalhado pelo período mínimo de 15 meses referentes aos últimos 24 meses. 
  • O trabalhador deve ter trabalhado com a sua carteira assinada pelo período mínimo de 12 meses para poder fazer a solicitação do benefício pela primeira vez; 9 meses é o período de trabalho com a carteira assinada para quem irá solicitar o Seguro Desemprego 2020 pela segunda vez e 6 meses para quem for fazer as demais solicitações; 
  • Pescador artesanal durante o período conhecido como defeso, ou seja, época da reprodução dos peixes. 

 Lembrando trabalhadores que possuírem algum tipo de sociedade com a empresa em que trabalhavam, não poderá de forma alguma ter acesso ao recebimento desse direito. 

Então caso você se encaixe com os pontos acima destacados, você tem o direito de receber o benefício do Seguro Desemprego 2020

Continue lendo para saber como receber o benefício! 


Consulta do Seguro Desemprego 2020 

Após o trabalhador ter sido demitido e estar enquadrado nos requisitos exigidos pela lei do Seguro Desemprego 2020, mostradas acima, ele pode dar entrada no seu benefício e enfim, recebe-lo. 

Para isso, é preciso fazer um pré-cadastro na internet, pois a forma de como se registrar para receber o seguro mudou. 

Atualmente, o agendamento é feito de forma totalmente online, sem precisar ficar em longas filas a espera por uma ficha para ser atendido. 

 Veja abaixo o passo a passo de como conseguir fazer uma consulta / agendamento no seu benefício do Seguro Desemprego 2020: 

  • Primeiro você deve acessar o site do agendamento do seguro, ou clique aqui

  • Ao ser redirecionado para a página, você deverá preencher os dados requisitados; 
  • Selecione o estado em que deseja o agendar o seguro desemprego. Logo depois, a cidade e o tipo de atendimento (no nosso caso “Entrada seguro desemprego”) 
  • Depois, clicar no botão ‘prosseguir’. 
  • Na penúltima etapa, você deve digitar o número de seu Cadastro de Pessoa Física (CPF, a data de nascimento e também o telefone para contato;
  • Neste último passo, você deverá selecionar entre as datas disponíveis o dia para dar entrada no seu seguro desemprego. Terminado este processo, basta apenas clicar em ‘concluir’. 

Pronto, agora você deve imprimir o seu comprovante de registro, feito isso, você deve se dirigir até a unidade no dia e hora que você escolheu para ser atendido. 

Nesta unidade, você poderá dar a entrada em todo o procedimento do Seguro Desemprego 2020. 

ATENÇÃO: Para ser possível dar a entrada no recebimento do seu benefício Seguro Desemprego 2020, é necessário que o trabalhador aguarde um tempo de carência. 

Esse tempo deve ser respeitado, sendo de no máximo 120 dias depois da data de dispensa. No caso de empregadas domésticas, o tempo máximo de solicitação caí para no máximo em 90 dias. 

Lembrando que todos esses 120 e 90 dias, são dias considerados corridos, não apenas dias úteis. 


Documentos para dar entrada no Seguro Desemprego

Para ser possível fazer seu agendamento online e dar efetivamente entrada no seu benefício trabalhista, serão necessários que  o trabalhador possua em mãos alguns de seus documentos pessoais. 

Veja abaixo a lista desses documentos: 

  • RG e CPF; 
  • Número do NIS (presente na carteira de trabalho); 
  • Data de nascimento; 
  • Número de telefone e e-mail para contato. 

Sendo assim, é importante levar sempre consigo o original e pelo menos 1 cópia de cada documento que foi acima listado.


Parcelas do Seguro Desemprego 2020 

 Como dito acima, existe a possibilidade de o trabalhador receber um número de parcelas que pode variar entre 3 e 5, sendo assim, para cada tipo de situação, o trabalhador receberá um número diferente de parcelas. 

Essas parcelas serão determinadas de acordo com o número de vezes que esse trabalhador já deu entrada no benefício e em quantos meses ele trabalhou de carteira assinada antes de ser demitido. 

Veja abaixo a explicação de quantas parcelas cada caso deverá receber e entenda: 

Para a Primeira Solicitação 

  • 4 Parcelas – De 18 – 23 meses trabalhados; 
  • 5 Parcelas – A partir de 24 meses. 

Para a Segunda Solicitação 

  • 3 Parcelas – De 9 – 11 meses de trabalho; 
  • 4 Parcelas – De 12 – 23 meses de trabalho; 
  • 5 Parcelas – A partir de 24 meses. 

Para a Terceira Solicitação 

  • 3 Parcelas – De 6 – 11 meses de trabalho; 
  • 4 Parcelas – De 12 – 23 meses de trabalho; 
  • 5 Parcelas – A partir de 24 meses. 

Valor do Seguro Desemprego 2020 

Para saber o valor que você deverá receber do seu Seguro Desemprego 2020, você deve fazer um cálculo em cima do valor do salário que você costumava ganhar antes de ser demitido. 

Veja a formula abaixo: 

  • Até R$ 1.360,70: multiplica-se salário médio por 0.8 (80%) 

Veja o exemplo do cálculo abaixo: 

Caso você recebia exatamente R$ 1.360,70, utilizando desse cálculo, você passará a receber de Seguro Desemprego 2020 um valor total de R$ 1.088,56 reais por parcela que você tiver direito. 

  • De R$ 1.360,71 até R$ 2.268,05: multiplica-se por 0.5 (50%) e soma-se a 1.088,56 – Seguro Desemprego 2020 

Neste caso, se você recebe exatos R$ 1.360,71, aplicando-os a formula, você deverá receber um total de R$ 1.768,92 reais em todas as parcelas que você tiver direito. 

  • Acima de R$ 2.268,05: Os valores das parcelas serão de R$ 1.542,24 independente de quanto você ganhava, pois esse é o teto de pagamento do Seguro Desemprego. 

Onde receber o Seguro Desemprego 2020? 

Após o seu benefício ser aprovado pelo órgão responsável pela análise de sua situação e julga-lo detentor do direito de recebimento do pagamento das parcelas do Seguro Desemprego 2020. 

Você já poderá sacar a primeira parcela que você tem direito em qualquer caixa eletrônico que seja correspondente da Caixa Econômica Federal. 

Dessa forma, o valor de recebimento do Seguro Desemprego 2020 será depositado diretamente em sua conta corrente da Caixa, podendo ser retirado a qualquer hora e lugar. 

Leave a Reply